Construção Mercado

Edição 189 Abril/ 2017

Mais Detalhes Confira outras edições

Data de Lançamento: 01/04/2017


R$64,00

Descobrir vocações imobiliárias, é verdade, depende de um faro de oportunidades sui generis. Mas iniciativas planejadas, com estratégia consistente e um arcabouço de incentivos fiscais efetivos, são comprovadamente eficazes. E isso independe da vocação dos investidores. Os bons exemplos estão aí, a olhos vistos e mundo afora, e existem até mesmo no Brasil. É justamente esse tipo de oportunidade que não se pode perder no caso de grandes intervenções urbanísticas, como a que está acontecendo agora na mudança da Ceagesp, na capital paulista.



O benchmark brasileiro da vez é o Curitiba Tecnoparque, plano de desenvolvimento tecnológico implantado em 2007 na capital paranaense, em quatro polos distintos vizinhos às principais universidades da região. Isenção tributária, suporte tecnológico e infraestrutura formam o tripé da iniciativa cuidadosamente costurada, que reúne hoje mais de 150 empresas. Com ou sem crise, está ali um oásis de investimento.



No cenário macro, diz-se que o pior já passou. O Secovi-SP já fala num crescimento de lançamentos imobiliários no estado da ordem de 5% a 10% (depois de uma retração de 16% em 2016, apontado pelo economista-chefe da entidade como o fundo do poço). A elevação do teto de financiamento de imóveis com o uso do FGTS para R$ 1,5 milhão deve ajudar a diminuir os estoques principalmente nas grandes capitais e, enfim, abrir uma brecha para lançamentos fora do escopo do Minha Casa Minha Vida.

A receita, embora utópica, é simples: a segurança efetiva de crescimento do setor passa, obrigatoriamente, por geração de empregos e garantia de renda.



Data de Lançamento: 01/04/2017

Formas de Pagamento
Segurança e Certificações
Atendimento

Segunda a Sexta, das 9h às 17h


Assinaturas, clique aqui!


Livros e Produtos Avulsos, clique aqui!


Demais atendimentos, clique aqui!

11 2173 2340 (Grande São Paulo) ou 0800 596 6400 (demais localidades)


Software

Vendas 11 2173 2423 (Grande São Paulo) ou 0800 707 6055 (demais localidades)
Suporte 11 2173 2400


Acompanhe nossas redes